A  |  A+ |  A-
Oficina discute a agricultura na cidade de SP em diferentes períodos históricos

No dia 17 de agosto, no âmbito da Jornada do Patrimônio da cidade de São Paulo, será realizada na Horta das Flores, na Mooca, a oficina “Plantando memória: hortas urbanas na cidade de São Paulo”. O encontro busca apresentar as diferentes dinâmicas de uso da cidade e do território a partir dos registros documentais e fotográficos sobre experiências de plantios na cidade de São Paulo.

A oficina contará com a participação de André Ruoppolo Biazoti, do Movimento Urbano de Agroecologia de São Paulo – MUDA-SP, que  atualmente realiza uma dissertação de Mestrado na Universidade de São Paulo – USP sob o título Engajamento político na agricultura urbana: a potência de agir nas hortas comunitárias de São Paulo. A atividade é coordenada por André Luzzi de Campos, ativista em direitos humanos e alimentação. Trata-se, ainda, de uma oportunidade para abordar as políticas e serviços voltados ao incentivo à produção agrícola e criação de pequenos
animais nos períodos históricos pretéritos no contexto urbano e traçar um paralelo com os desafios alimentares/urbanos atuais.

Em 2019  o Programa Municipal de Agricultura Urbana – PROAURP celebra 15 anos de existência. E, também, está em fase de elaboração na cidade o Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável.  O encontro será encerrado com um percurso de reconhecimento da horta e um plantio coletivo na horta.

Oficina “Plantando memória: hortas urbanas na cidade de São Paulo” – parte da programação da Jornada do Patrimônio 2019
Dia: 17 de agosto de 2019
Horário: das 14h às 17h
Endereço: Horta das Flores. Av. Alcântara Machado, nº 2200 (Radial Leste). Próximo ao Metrô Bresser.
Informações: luzzi@usp.br ou 11. 9 99871550. Não há necessidade de inscrições.