Dia Internacional da Biodiversidade

Hoje é comemorado o Dia Internacional da Biodiversidade, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), cujo objetivo é a conscientização da preservação e proteção das diferentes formas de vida no planeta. O Brasil é conhecido por ter uma vasta biodiversidade, isso se deve entre outros aspectos ao clima e o grande espaço territorial.

Porém, essa biodiversidade vem sendo afetada nos últimos anos pelas ações humanas, com a destruição de habitats naturais; a modificação de ecossistemas  tornando o ambiente mais vulnerável para o aparecimento de doenças;  a introdução de espécies exóticas causando problemas para os ecossistemas e outras espécies; poluição da água, solo e ar; a expansão urbana; as práticas agropecuárias não sustentáveis; contribuindo para a extinção de espécies, e resultando também em alterações climáticas.

Proteger a nossa biodiversidade é fundamental, pois como disse  o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres,“a qualidade da água que bebemos, os alimentos que consumimos e o ar que respiramos dependem da conservação do meio ambiente”. Conservar as formações vegetais é essencial na manutenção do equilíbrio ecológico e climático do planeta. A preservação de animais polinizadores, como as abelhas é fundamental para a produção de alimentos, especialmente no cultivo de frutas. A extinção de uma espécie animal e vegetal no ecossistema pode causar desequilíbrio ecológico, uma vez que cada ser vivo desempenha uma função no ambiente em que vive. A partir da biodiversidade brasileira é possível obter diversos benefícios para os seres humanos, novos medicamentos, cosméticos, alimentos, etc.

É importante que o governo, empresas, universidades, a sociedade e outros setores tomem medidas em prol da preservação da biodiversidade, promovendo a produção de alimentos e consumo sustentáveis, a preservação de biomas e recuperação de áreas já desmatadas; protegendo as terras e os conhecimentos indígenas e das populações locais; promovendo cada vez mais a introdução de espécies nativas na alimentação que muitas vezes são desconhecidas pela população, como as Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) e os alimentos regionais brasileiros.6 h

Referências:

https://www.mma.gov.br/biodiversidade/biodiversidade-brasileira/gloss%C3%A1rio.html
https://www.scielo.br/pdf/ea/v26n74/a11v26n74.pdf
https://www.mma.gov.br/publicacoes/biodiversidade/category/54-agrobiodiversidade.html
https://cienciaaberta.fapesp.br/programas/biomas-e-biodiversidade
https://www.mma.gov.br/estruturas/secex_consumo/_arquivos/5%20-%20mcs_biodiversidade.pdf
https://unric.org/pt/mensagem-sobre-o-dia-internacional-da-biodiversidade/

Foto do perfil de sustentareasustentareaCada cidadão pode fazer a sua parte para reduzir os impactos na biodiversidade com ações que podem ser realizadas no dia a dia, como economizar água, separar os materiais do lixo que podem ser recicláveis, evitar o uso de descartáveis e embalagens plásticas, aproveitar integralmente os alimentos, retirar os  aparelhos eletrônicos da tomada quando não estiverem sendo usados, cultivar  plantas em casa, utilizar menos o carro e dar preferência ao transporte público, bicicleta ou caminhada.