O Centro de Controle de Doenças americano (CDC) antecipa que a infecção do novo coronavírus afetará o desenvolvimento do feto de forma similar a outras infecções respiratórias do coronavírus.

Algumas infecções por vírus ou bactérias durante a gravidez podem aumentar as chances da criança desenvolver no futuro algumas doenças como: esquizofrenia, transtorno de déficit de atenção ou desordem do espectro autista.

Níveis altos de colina durante a gravidez parecem diminuir os efeitos adversos causados pela infecção respiratórias aos 3 meses de vida da criança.