NARA

Áreas de atuação

  • Métodos quantitativos de avaliação da exposição Objetivos: O estudo e desenvolvimento de métodos para a estimativa de doses (exposição) recebidas pela população exposta; estudos de métodos probabilísticos de avaliação da exposição; identificação e avaliação do transporte ambiental de agentes biológicos, químicos e físicos; estudo e levantamento de fatores populacionais de exposição, investigação e caracterização de grupos vulneráveis.

  • Avaliação quantitativa de riscos microbiológicos – AQRM Objetivos: desenvolvimento e aplicação de métodos quantitativos de avaliação de riscos da exposição ambiental a organismos patogênicos (vírus, bactérias, parasitas); estudo e desenvolvimento de modelos dose- resposta para população e grupos vulneráveis. Aplicação de AQRM: para água de reuso; aplicação de biossólidos na agricultura; água de abastecimento humano.

  • Avaliação de riscos de exposições crônicas a agentes ambientais Objetivos: estudo e desenvolvimento de métodos de avaliação de riscos associados aos efeitos carcinogênicos e não carcinogênicos decorrentes de exposições ambientais a baixas taxas de doses: áreas contaminadas; poluição do ar; resíduos de agrotóxicos em água e alimentos.

  • Análise de incerteza em avaliação de riscos Objetivos: estudo de métodos de identificação e análise de variabilidade e incerteza em modelos; Métodos probabilísticos: Métodos de Monte Carlo; bootstrap. Modelos de distribuição probabilística dos parâmetros de exposição e dose-resposta; Tratamento estatístico de dados em avaliação de riscos.

  • Desastres naturais e tecnológicos Objetivos: estudo e aplicação de métodos quantitativos específicos de estimativa de associados as exposições decorrentes de eventos acidentais envolvendo substâncias químicas perigosas. Avaliação de riscos no transporte de produtos perigosos; avaliação integrada de riscos de grandes áreas industriais; estudo e mapeamento de vulnerabilidade associada aos acidentes tecnológicos.

  • Gerenciamento de riscos e tomada de decisões Objetivos: avaliação e proposição de métodos para definição de critérios de tolerabilidade de riscos aplicáveis a nossa realidade; análise crítica de critérios de tolerabilidade de riscos; métodos de avaliação custo-benefício; distribuição de riscos e benefícios; a análise de conflitos ambientais e a percepção de riscos.

  • Sensibilização da população para os riscos ambientais Objetivo: desenvolver abordagens qualitativas com base na inclusão do conhecimento local, da experiência profissional e dos atores sociais.