Entomologia em Saúde Pública

O Programa de Mestrado Profissional em Entomologia em Saúde Pública (PPG-ESP), com início em 2015, tem como objetivo formar profissionais com conhecimento sobre identificação taxonômica, bioecologia e controle de artrópodes de interesse em Saúde Pública, assim como a epidemiologia das doenças em que esses organismos estão envolvidos. Foi avaliado em seu primeiro credenciamento com conceito 4 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Tendo-se como alvo os artrópodes vetores de agentes de doenças transmissíveis com relevância no cenário da saúde pública e os desafios para o controle e prevenção desses agravos, duas são as linhas de pesquisas desenvolvidas:

Taxonomia e Bioecologia de artrópodes de interesse em saúde pública

Tem como objetivo aprimorar conhecimento sobre identificação das espécies com uma abordagem integrativa usando caracteres da morfologia, morfometria e técnicas moleculares; distribuição espacial das espécies, biodiversidade, ecologia de populações, infecção por patógenos, e estudos da capacidade e competência vetorial. Principais grupos de interesse entre vetores: insetos – Culicidae (malária, arboviroses, filarioses), Phlebotominae (leishmanioses tegumentar e visceral) e Triatominae (doença de Chagas), e carrapatos (febre maculosa, Lyme-simile e erlichiose).

Orientadores: Adriano Pinter dos Santos, Angela Maria Belloni Cuenca, Delsio Natal, Denise Pimentel Bergamaschi, Eunice Aparecida Bianchi Galati, Francisco Chiaravalloti Neto, Fredi Alexander Diaz Quijano, Marcia Bicudo de Paula, Maria Anice Mureb Sallum, Mauro Toledo Marrelli, Paulo Roberto Urbinatti, Regiane Maria Tironi de Menezes, Tamara Nunes de Lima Camara e Walter Ceretti Junior.

Epidemiologia e Controle das doenças veiculadas por artrópodes

Objetivo: desenvolver estudos sobre a análise de morbi-mortalidade de doenças veiculadas por artrópodes; análise da distribuição espacial dos casos e dos vetores; vigilância entomológica e manejo integrado de vetores.

Orientadores: Adriano Pinter dos Santos, Angela Maria Belloni Cuenca, Delsio Natal, Denise Pimentel Bergamaschi, Eunice Aparecida Bianchi Galati, Francisco Chiaravalloti Neto, Fredi Alexander Diaz Quijano, Marcia Bicudo de Paula, Maria Anice Mureb Sallum, Mauro Toledo Marrelli, Paulo Roberto Urbinatti, Regiane Maria Tironi de Menezes, Tamara Nunes de Lima Camara e Walter Ceretti Junior.

Critérios de Ingresso

O processo seletivo do PMP-ESP é anual e realiza-se em três fases:

Primeira fase – prova de proficiência em inglês

Segunda fase – análise do pré-projeto de pesquisa e currículo do candidato

Terceira fase – arguição do candidato, na qual se avalia o potencial para desenvolver o tema do seu pré-projeto e disponibilidade para frequentar as disciplinas do programa

Processo seletivo 2020

Candidatos aprovados na terceira fase

Habilitados para a terceira fase de processo seletivo 2020

Habilitados para a segunda fase de processo seletivo 2020

Convocação para prova de inglês do processo seletivo 2020

Resultado das solicitações de isenção

Edital

Resultado do processo seletivo

O Programa não dispõe de bolsas demanda social Capes/ CNPq

A comissão coordenadora do programa (CCP) acompanha conjunto de atividades realizadas no ambito do programa.

Titulares:

Prof.ª Dr.ª Maria Anice Mureb Sallum – coordenadora

Prof.ª Dr.ª Denise Pimentel Bergamaschi – vice coordenadora

Prof. Dr. Francisco Chiaravalloti Neto

Prof. Dr. Adriano Pinter dos Santos

Suplentes:

Prof.ª Dr.ª Eunice Aparecida Bianchi Galati

Prof.ª Dr.ª Tamara Nunes de Lima Camara

Prof. Dr. Fredi Alexander Dias Quijano

Prof. Dr. Fredy Galvis Ovallos

Mandato: 27/março/2019 a 26/março/2021

Contato: ppg.esp@usp.br